DEAP VALLY DESPEDEM-SE DOS PALCOS COM DATA EM PORTUGAL

DEAP VALLY DESPEDEM-SE DOS PALCOS COM DATA EM PORTUGAL

Deap Vally, a dupla de rock norte americana, despede-se dos palcos com passagem em Portugal no dia 20 de maio, para atuar no LAV - Lisboa ao Vivo. Os bilhetes ficam disponíveis segunda-feira, dia 5 de fevereiro, em everythingisnew.pt e nos locais habituais. Consulte a lista completa em everythingisnew.pt

Formada em 2011, a dupla Deap Vally está a reivindicar o seu legado novamente, nunca altura em que estão a concluir uma jornada que começou há pouco mais de uma década. Formada por Julie Edwards (bateria e vocais) e Lindsey Troy (guitarra e vocais), lançaram o primeiro single, “Gonna Make My Own Money”, em 2012, pela pequena editora independente do Reino Unido, Ark Recordings. A partir desse lançamento auspicioso, Deap Vally deu origem a três álbuns de rock poderoso, idiossincrático e maximamente minimalista – Sistronix (2013), Femejism (2016), produzido por Nick Zinner, e Marriage (2021). Além disto, foram inúmeras as colaborações inovadoras do grupo com artistas como Peaches, KT Tunstall, Jamie Hince e Soko, e até mesmo um álbum conjunto gravado com The Flaming Lips (Deap Lips, 2020) – tudo enquanto partilhavam palcos em várias digressões, espetáculos e festivais com Blondie, Garbage, Red Hot Chili Peppers e Queens of the Stone Age, entre outros.

No entanto, durante esta era vibrante e turbulenta e à medida que a indústria da música lançava novas perturbações não amigáveis para os artistas, a vida quotidiana trazia desafios que iam desde pandemias a gravidezes, fazendo com que banda fosse à luta para se encaixar num ciclo de gravação e digressão agora obsoleto. “Esse modelo não é compatível com as nossas vidas atuais”, observa Troy. “Descobrimos que simplesmente não podemos funcionar mais como uma banda tradicional”, continua Edwards. “Era hora para ambos explorarmos a maternidade e outros aspetos das nossas vidas e ambições adequadamente, em vez de os encaixarmos nas nossas carreiras.”

Para comemorar o seu momento de despedida, as Deap Vally irão realizar uma série de concertos finais, bem como lançar uma versão dinâmica e regravada do seu álbum de estreia, intitulado Sistrionix 2.0, na própria Deap Vally Records – permitindo que a sua próxima evolução aconteça sem o peso das expectativas. O álbum duplo incluirá demos, covers inéditos, novas gravações com B-Sides de lançamentos limitados, raridades e muito mais. “Vamos apenas tocar o máximo de lugares possível e dizer adeus a todos”, diz Edwards. “Embora a banda esteja a tocar ao vivo pela última vez, a porta está aberta para colaborarmos. Agora estamos focadas em restabelecer um fluxo de trabalho e conexão em torno da nossa amizade, depois de tudo o que partilhámos ao longo do caminho.”

“Tenho muito orgulho de todos os nossos discos, e a Julie e eu temos uma relação criativa extraordinária”, acrescenta Troy. “É difícil imaginar ter isso com outra pessoa. Depois de tudo isto, nunca se sabe o que poderá acontecer! Precisamos de encontrar o equilíbrio onde nos podemos focar nas coisas divertidas, mas ter a liberdade de fazer a música que amamos. Apenas sentimos que seria apropriado sair com um estrondo e não com um sussurro. Senti que marcar esta ocasião deveria ser um processo catártico: curar feridas profundas, reconectar com antigos amigos e colaboradores – e apaixonar-nos pelas Deap Vally novamente.”

Últimas Reportagens.