Primeiro Dia Eletrizante no Rock à Moda do Porto

O primeiro dia do Rock à Moda do Porto no Super Bock Arena começou com os Trabalhadores do Comércio, que dominaram o palco com energia contagiante. Os Jafumega também brilharam, e a noite atingiu seu ápice com Pedro Abrunhosa, que, aos 62 anos, esbanjou paixão e vitalidade uma performance emocionante.

O primeiro dia da segunda edição do festival “Rock à Moda do Porto” no Super Bock Arena prometeu e cumpriu, oferecendo uma noite repleta de rock e performances inesquecíveis. Os Trabalhadores do Comércio abriram a noite com energia contagiante, superando o atraso inicial com uma atuação espetacular. A banda, liderada por Sérgio Castro e João Médicis, apresentou seu próximo álbum “Objecto” com muito destaque, encantando o público com sua entrega ao sotaque e pronúncia portuense.

O convite do baterista fundador dos TdC, Álvaro Azevedo, adicionou ainda mais brilho à noite, e a competição no palco era evidente. Sérgio Castro, apesar de um pequeno “tombo” em palco, mostrou sua grandeza ao manter o foco no verdadeiro objetivo da noite, o entretenimento pleno. A atuação culminou com “A Rebulussoum“, e não faltaram momentos marcantes, como a performance de Daniela Costa em “Louca“, uma encenação digna de La Féria.

Galeria completa também no

 

Os Jafumega seguiram-se, e desta vez, a noite estava mais condizente com a atmosfera do rock. Luís Portugal, após uma atuação menos impactante no North Music Festival, entregou uma performance que honrou o legado dos Jafumega. A já habitual homenagem a Eugénio Barreiros é sempre emocionante.

A banda “rústica” trouxe a sua música, incluindo canções como “Guida peituda“, “Kashbah“, “La Dolce Vita“, “Romaria“, e encerrou com o hino “Latin’America“.

Galeria completa também no

 

No entanto, o ponto alto da noite foi a entrada triunfal de Pedro Abrunhosa. Apesar de seus 62 anos, mostrou uma energia inesgotável e uma paixão contagiante. O político Abrunhosa destacou a importância da paz no mundo e fez questão de deixar uma mensagem política, mencionando as atrocidades cometidas contra os mais fracos, em especial as crianças, na Faixa de Gaza.

O público ia à loucura enquanto Abrunhosa presenteava a multidão com uma série de sucessos, incluindo “Cima Abaixo“, “É preciso ter calma“, e muitos outros hits dos seus 30 anos de carreira, em especial os mais conhecidos do álbum Viagens . A noite culminou com um final apoteótico e indescritível, com “o barulho da música a fazer calar as bombas”.

Galeria completa também no

 

 

Em resumo, o primeiro dia da segunda edição do Rock à Moda do Porto no Super Bock Arena foi um sucesso estrondoso, com apresentações memoráveis e a incrível energia de Pedro Abrunhosa a encerrar a noite de forma ar·re·pi·an·te. O público saiu do evento com a sensação de ter testemunhado um espetáculo verdadeiramente marcante.

PUB

GOSTOU? PARTILHE...

Partilhe no Facebook
Share on Twitter
Partilhe no Linkdin
Partilhe no Pinterest

deixe um comentário