SPACE FESTIVAL REGRESSA EM NOVEMBRO

SPACE FESTIVAL REGRESSA EM NOVEMBRO

FESTIVAL ITINERANTE DE MÚSICA EXPERIMENTAL E IMPROVISADA 3 A 12 NOVEMBRO MONTEMOR-O-VELHO | LOUSADA | CASTELO DE PAIVA | PAREDES DE COURA | MONDIM DE BASTO | MONÇÃO | CAMINHA

O Space Festival regressa de 3 a 12 de Novembro, com o objectivo de levar momentos de música experimental e improvisada a 7 territórios de baixa densidade, mantendo a passagem por Montemor-o-Velho, Paredes de Coura, Caminha e Monção, e adicionando Castelo de Paiva, Mondim de Basto e Lousada à itinerância do festival.  Além de concertos, o programa irá contar com instalações, workshops, conversas e sessões de cinema.

À semelhança do ano passado, o Space Festival pretende continuar a proporcionar encontros intimistas entre artistas e público, em espaços que vale a pena conhecer: para além de alguns espaços culturais já utilizados em edições anteriores como Teatro Esther de Carvalho em Montemor-o-Velho, Centro Cultural de Paredes de Coura, Cine Teatro João Verde em Monção e Teatro Valadares em Caminha, a edição de 2023 inclui a passagem por algumas novas salas e espaços menos convencionais nas restantes localidades. O festival propõe concertos inéditos em três igrejas do Castelo de Montemor-o-Velho (Capela de Santo António, Igreja de St. Maria da Alcáçova e Igreja de St. Maria Madalena), passando também pelo Solar dos Pinas e pela TOCA. Em Lousada o acolhimento fica a cargo da Casa Museu Vilar, com um dia dedicado à relação entre a música improvisada e o cinema de animação. Já em Paredes de Coura, além do Centro Cultural, o programa estende-se à Capela do Espírito Santo. Esta edição conta também com a estreia do festival em Mondim de Basto (Favo das Artes), em Castelo de Paiva (Auditório Municipal) e em dois novos espaços em Monção (Centro Cultural do Vale do Mouro e Quinta de Santiago).

O programa inclui vários nomes conhecidos do panorama da música experimental e improvisada a nível nacional, alguns que se apresentam em formações inéditas. Entre eles estão nomes como Hedera4tet (quarteto de violinos composto por Carlos Zíngaro, David Magalhães Alves, Francisco Lima da Silva e Bernardo Aguiar), Expurgar: Derivas Sónicas e Espaciais (projeto de Dária Salgado, Sérgio Tavares e Nuno Trocado), Gonçalo Almeida (solo), Jorge Queijo Trio (onde se juntam ao percussionista João Mortágua e Olivia Pinto), Sublumia: Liquid Aesthesia (projeto de Henrique Fernandes, Jorge Quintela e João Ricardo) e ainda Luís Vicente Trio, grupo que se tem apresentado com frequência em grandes palcos internacionais (composto por Luís Vicente, Gonçalo Almeida e Pedro Melo Alves), Luís Fernandes (solo), Abi Feijó & Samuel Martins Coelho, Marta Zapparoli & Albrecht Loops, Luís Bittencourt & Gileno Santana, Nomad Nenúfar (Tom Maciel, Bernardo Tinoco, João Pereira), Cluster – Grupo Experimental de Matosinhos e Duo Guitolão (António Eustáquio e Carlos Barreto).

O Space Ensemble, projeto artístico com origem nas primeiras edições do festival e principal parceiro na organização, irá apresentar-se em diversas formações musicais em diferentes localidades, assumindo especialmente a programação de serviço educativo com os filmes-concerto Um Corvo na Cidade e Piratas e Sereias, Ostras e Baleias, onde filmes documentais e de animação servem de inspiração para a improvisação musical, e com o espetáculo Cine-música, que será o resultado do trabalho com comunidade desenvolvido com alunos da Academia de Música Fernandes Fão de Vila Praia de Âncora.

Um dos outros objectivos do festival é estimular a coesão territorial na fruição de espetáculos artísticos diversos e a circulação de artistas deste género de música em todo o território nacional.

O Space Festival é organizado pela Associação Cultural Rock’n’Cave e conta novamente com o apoio da Direção Geral das Artes e dos Municípios de Paredes de Coura, Monção, Caminha, e do CITEC,  angariando este ano o apoio do Município de Montemor-o-Velho, de Mondim de Basto, de Castelo de Paiva, da Casa Museu Vilar e da Quinta de Santiago.

Todas as atividades são de entrada gratuita, com possibilidade de donativo livre, à exceção dos espetáculos em espaços com sistemas de bilheteria próprios, onde se aplicam os valores habituais de cada sala: Cine Teatro João Verde (BOL), Favo das Artes (Ticketline) e Centro Cultural de Paredes de Coura (BOL).

Reservas: Quem desejar reservar lugar para as atividades com entrada/donativo livre, deve enviar email para reservas@spacefestival.pt

Últimas Reportagens.